Contos Draconianos

Situação em Godrixia

A 23 de Rubi (81 dias após a partida para caçar o tesouro dos gigantes):
A paliçada externa (13.000 Mangos), bem como o fosso do castelo (9.600 mangos) de Ariel (capital de Godrixia) já estão prontos, e a torre principal já está sendo feita – ela contará com seteiras, janelas gradeadas, “venezianas” (shutters), chão, teto e escadas de pedra, paredes internas, móveis maneiros (37.150/225.000 mangos). Total das construções: 247.600 mangos.
O templo de Tromus já está quase terminado (60.000/76.500 mangos).
Já temos 93 famílias vivendo em Godrixia, a maioria dos novos imigrantes vindo de Miséria, alguns de Ogarime e uns poucos de Perrutti, afora alguns elfos e baraks desgarrados. Os impostos sobre as famílias geraram, desde a saída dos heróis, 1104 mangos no primeiro mês, 1216 no segundo, e gerarão, ao final do terceiro, 1488, num total de 3808 mangos.
Baudolino encarregou 2 barcos de estabelecerem linhas comerciais; um apenas com Miséria, outro numa rota maior, passando por Dufour, Ogarime etc. O lucro mensal da rota até Miséria (360 milhas; 6 dias de viagem) é de 2.800 mangos. O lucro mensal da rota maior (38 dias de viagem ida e volta) é de 1.143 mangos.

Comments

HeitorCoelho

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.