Laio

Guerreiro de origem humilde e pouca percepção

Description:

Fighter 10

STR 13
INT 7
WIS 7
DEX 16
CON 9
CHA 9

HP: 58

AC: -3 (-6 p/ três ataques por rodada contra oponentes armados)
- Com Armadura de Tratus Ro: -9 (-12 p/ dois ataques contra oponentes armados por rodada)

SAVING THROWS:
Death Ray/Poison 6
Magic Wands 7
Paralysis/ Turn to Stone 8
Breath Weapon 9
Rod/ Staff/ Spell 10

THAC0: 11

WEAPONS SKILLS
Normal Sword, Master (c/ normal sword + 5, THAC0 efetivo: 1 (x humanóides), 3 (x demais); dano 2d8 + 10/2d6 + 10)
Javelin, Basic
Spear, Basic
Longbow, Basic

GENERAL SKILLS
Intimidation (13)
Riding: Horses, Pegasus (16)
Alertness (16)
Wrestling (13)
Leadership (9)

Bio:

Laio é o primogênito de uma família extremamente numerosa e pobre de camponeses da região de Dufour, que vivia próxima ao Rio de Baixo. Conforme cresceu, porém, seu pai, Licínio, e a mãe, Ariel, logo perceberam que ele, apesar do raciocínio lento e da desatenção, era o único de seus filhos a demonstrar qualquer aptidão. De ambição muito além de suas próprias capacidades, o pai jogou todas as esperanças no filho: ensinou-lhe rudimentos da espada, lança, arco e montaria, usou todas suas economias para comprar o equipamento do filho e se mudou com a família para Dufour, na esperança de que Laio se tornasse um aventureiro e, quem sabe, um grande lorde, alçando a família junto consigo à grandeza.

Em Dufour, sorte grande, Laio acabou recrutado por Romeu para embarcar numa aventura junto a Freakers, Godrix, Hitim e Leonel, na qual embarcou sem nenhuma hesitação.

Laio é relativamente alto e forte, com cerca de 1,85, o que salta ainda mais aos olhos na proximidade de outros camponeses e, especialmente, de sua família; acrescente-se a isto os olhos claros e o cabelo castanho claro tendendo a liso, e entende-se porque ele sempre chamou a atenção no meio onde nasceu e cresceu a maior parte de sua vida. Tem, no entanto, o mesmo rosto triangular e boca ligeiramente torta de sua mãe, que marcam inconfundivelmente todos os seus descendentes. Seus modos, maneira de se vestir (mesmo de armadura) e, acima de tudo, seu sotaque, também rapidamente traem sua origem.

Criado pelos pais à base de lendas heróicas e contos de cavalaria, Laio acredita ao ponto da ingenuidade em valores como honestidade, justiça e bondade; acredita, igualmente, ser natural que se torne, um dia, um grande herói, e tenta agir de acordo, por vezes com consequências vergonhosas. Isto o torna razoavelmente fácil de iludir e conduzir, como Godrix e Leonel rapidamente descobriram.

Saudoso de sua família, quase tudo que Laio vê em sua jornada o faz lembrar de algum de seus irmãos ou primos, como Luizinho, Laurinha, Pedrinho, Laiozinho, Licininho, Mirninha, Marlinha e Chiquinho.

Atualização: ficha de Laio pouco mais de 4 meses após a fundação de Godrixia, após o combate com os 13 dragões azuis.

Laio

Contos Draconianos HeitorCoelho